Daniel Fuzato convocado para a seleção principal


Momento marcante para Daniel Fuzato. Após várias convocações para a Seleção Brasileira Sub-23, foi premiado com a convocação para a Seleção Brasileira principal. Ele esteve presente na lista que Tite divulgou com os atletas que disputarão amistosos contra Argentina e Coreia do Sul, nos dias 15 e 19 de novembro.

O Palmeiras não teve representantes na lista do técnico Tite na convocação da seleção brasileira para os amistosos contra Argentina e Coréia do Sul, em novembro. Mas um nome formado na base alviverde recebeu sua primeira oportunidade: o goleiro Daniel Fuzato, hoje na Roma.

Revelação da tradicional escola de goleiros do Verdão, Fuzato defendeu a camisa palmeirense dos 12 anos aos 20 anos. No período, ele teve também oportunidades em convocações para as seleções de base, mas nunca chegou a atuar pelo time profissional do Palmeiras.

Daniel Fuzato, aliás, compõe o trio de goleiros com Alisson, do Liverpool, e Ederson, do Mancheser City. Na convocação passada, Tite havia chamado Ederson, Santos, do Athletico, e o palmeirense Weverton.

O goleiro alviverde fez elogios ao garoto, com quem trabalhou no Palmeiras no ano passado.

– É um cara que merece, um baita goleiro. Saiu jovem daqui, tem um bom potencial. Merece estar na Seleção. Espero que ele faça um bom trabalho, tenha uma boa performance e tenha mais oportunidades. É um garoto, certeza que ele vai ser um dos grandes goleiros do futebol brasileiro – disse Weverton.

Campeão paulista sub-20 em 2017, Daniel Fuzato foi integrado definitivamente ao elenco profissional do Palmeiras no início de 2018. Mas, sem acordo para uma renovação, o atleta, que já despertava interesse de clubes da Europa, foi negociado com a Roma em junho do ano passado.

Na época, o time comandado por Roger Machado contava também com Weverton, Fernando Prass e Jailson, trio que ainda permanece no grupo hoje dirigido por Mano Menezes.

Na negociação de Fuzato com a Roma, o Verdão recebeu 500 mil euros (cerca de R$ 2,2 milhões na cotação da época) e manteve 20% dos direitos econômicos do goleiro. Na Itália, ele ainda não teve oportunidade no time comandado pelo português Daniel Fonseca.


Destaque
Notícias Recentes
Arquivo de Notícias
Pesquisa por Tags
Nenhum tag.

2016 Sports Maxi © 

  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook ícone social
  • Instagram Social Icon